!-- Google Tag Manager -->

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

No mês de dezembro, o valor médio de avaliação bancária aumentou nove euros – face a novembro – para 1.321 euros por metro quadrado. A seguir Valor médio de avaliação das casas voltou a cair em novembro Mais Vistas DINHEIRO Há moedas de dois euros a valer mais de 2.000. Tem alguma? RIQUEZA São estes os 29 países mais ricos do mundo DINHEIRO Conheça as 10 moedas menos valiosas do mundo. Uma ‘fala’ português DINHEIRO VIVO TV Um negócio que “recompensa muito” e com investimento “quase zero” IRS Tabelas de retenção na fonte publicadas em DR A avaliação bancária no ano de 2019 sofreu um aumento de 7,9% face a 2018 para 1.286 euros por metro quadrado. O que significa que, e de acordo com os dados do INE divulgados esta terça-feira, 28 de janeiro, o valor médio a que os bancos avaliam as casas para efeitos de concessão de crédito à habitação agravaram-se em quase 8%, ou 95 euros, para um total de 1.286 euros por metro quadrado. Em janeiro de 2019, a avaliação bancária média global do país estava nos 1.226 euros e no último mês do ano fixou-se nos 1.321 euros. “Observou-se um crescimento do valor de avaliação em todas as regiões NUTS II, tendo as regiões Algarve e Norte apresentado as variações de maior intensidade (10,9% e 8,7%, respectivamente)”, indica o gabinete de estatísticas em comunicado. “Por natureza de alojamentos, no ano de 2019, o valor médio de avaliação bancária aumentou 9,5% nos apartamentos e 5,2% nas moradias, para valores médios de avaliação de 1.368 euros por metro quadrado e de 1 152 euros por metro quadrado (1.249 euros por metro quadrado e 1 095 euros por metro quadrado, em 2018, pela mesma ordem)”. Dezembro em máximos No último mês de 2019, o valor médio a que os bancos avaliaram as casas fixou-se em 1.321 euros por metro quadrado, mais nove euros que em novembro. O valor atingido pela avaliação bancária em dezembro é o mais elevado desde que o INE compila estes dados, ou seja janeiro de 2011. “Em comparação com o período homólogo, o valor médio das avaliações cresceu 8,3%. A taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações verificou-se no Algarve (10,0%) e a menor foi registada na Região Autónoma da Madeira (5,4%)”, nota o gabinete de estatísticas. O valor médio da avaliação bancária de apartamentos foi de 1.408 euros por metro quadrado, quase mais 10% que em dezembro de 2018. O valor mais elevado foi registado no Algarve. Por outro lado, o mais baixo foi registado no Centro. Em temos de moradias, o valor médio da avaliação bancária foi de 1.172 euros por metro quadrado no último mês de 2019, mais 4,7% que no mesmo mês de 2018. “Os valores mais elevados observaram-se no Algarve (1 696 euros por metro quadrado) e na Área Metropolitana de Lisboa (1 644 euros por metro quadrado), tendo o Centro registado o valor mais baixo (1 009 euros por metro quadrado).

Share This

Share This

Share this post with your friends!